Justiça Eleitoral de Goianésia cassa mandato de prefeito

By
Updated: maio 10, 2017

A Justiça Eleitoral cassou na tarde desta terça-feira, 09, o mandato do prefeito de Goianésia, Renato Menezes de Castro (PMDB), e do vice, Carlos Gomes de Passos (DEM). Segundo a decisão, a coligação “Goianésia Merece Mais” teria alcançado a vitória com a interferência do abuso do poder econômico e fraude.

Na decisão, que deverá ser publicada nesta quarta-feira, 10, no Diário Oficial, o juiz André Reis Lacerda define ainda a inelegibilidade de Renato de Castro e Carlos Veículos no período de oito anos, a partir de 2016.

Renato de Castro foi eleito com 19.456 votos, 50,71% dos votos válidos. Porém, com a cassação do cargo de prefeito e vice-prefeito, a Justiça determina a realização de novas eleições no município caso o veredito seja mantido em instâncias superiores. A decisão ainda cabe recurso junto ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE-GO).

Entretanto, para que não se instaure no Município quadro de instabilidade institucional, tendo em vista a necessidade de manutenção dos serviços públicos à população, e tendo em vista a disposição expressa do art. 224, §3, do Código E, Renato de Castro continuará a exercer seu mandato até a confirmação por órgão colegiado e ou trânsito em julgado da sentença.

Procurado, a assessoria do prefeito limitou em dizer que ainda não havia sido notificada da decisão.

Fonte: Meganésia