Mais de 40 mil motoristas são multados durante o feriadão de Finados

By
Updated: novembro 6, 2017

O feriado prolongado de Finados foi marcado pela imprudência nas rodovias federais de Goiás. Além do excesso de velocidade, que foi o principal motivo das mais de 3,1 mil multas aplicadas no estado, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) flagrou motoristas bêbados e fazendo ultrapassagens irregulares. No país, foram mais de 40 mil multas.

Na BR-153, em Jaraguá, a 120 km de Goiânia, um motorista foi preso após se envolver em um acidente. Ele se recusou a fazer o teste do bafômetro, mas, como apresentava sinais de embriaguez, foi levado para a delegacia da cidade e autuado por dirigir bêbado (veja no vídeo acima).

No mesmo trecho, outro condutor foi flagrado levando sete pessoas em um carro, que tinha capacidade para cinco pessoas, levava sete, sendo quatro crianças com idades entre seis meses e sete anos. Para piorar a situação, o homem estava sem a Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Ao ser questionado, o motorista disse ao policial que todos são seus filhos e levou uma bronca: “Tem que ter um pouquinho de responsabilidade”, disse o agente. A viagem da família foi interrompida e o condutor autuado em mais de R$ 1,4 mil por excesso de lotação, falta de cadeirinha e por dirigir sem a habilitação.

Ainda na BR-153, a PRF flagrou o momento em que uma caminhonete fez uma ultrapassagem irregular e entrou em meio a caminhões. O motorista foi parado e multado.

Motorista bêbado foi detido após se envolver em acidente na BR-153, em Goiás (Foto: Reprodução/TV Anhanguera) Motorista bêbado foi detido após se envolver em acidente na BR-153, em Goiás

Excesso de velocidade

Na quinta-feira (2), um motorista foi flagrado circulando a 180 km/h na BR-060, entre Anápolis e Goiânia. De acordo com a PRF, a máxima no trecho é de 110 km/h. Por estar acima de 50% do estabelecido, o condutor foi multado em R$ 880.

“Essa multa é considerada gravíssima, com o acúmulo de sete pontos na CNH [Carteira Nacional de Habilitação] e o motorista ainda pode ter a carteira cassada. Mas o que preocupa é que, em dias assim de chuva, o cuidado deveria ser redobrado para evitar acidentes. Mas não é isso que nós vemos nas estradas”, disse porta-voz da PRF-GO, inspetor Newton Morais.

Motorista foi flagrado a 180 km/h em trecho de 110 km/h da BR-060, em Goiás (Foto: PRF/Divulgação) Motorista foi flagrado a 180 km/h em trecho de 110 km/h da BR-060, em Goiás .

Outras imagens mostram um motorista a 160 km/h e outro a 150 km/h. “Nos chamou a atenção é que alguns desses veículos aí flagrados já têm mais de dez anos de uso. Isso, somado ao fato de estar em alta velocidade, é um risco enorme”, alertou.

Do total de multas aplicadas em Goiás, 2.550 foram por excesso de velocidade. Segundo Morais, cada vez mais, os motoristas mostram a falta de preocupação com a segurança nas estradas.

“Alguns alegam que não veem as placas informativas, os limites da velocidade. Principalmente em áreas urbanas, onde as velocidades permitidas chegam a 60 km/h, 80 km/h, o cidadão está passando com praticamente o dobro daquilo que é permitido e isso contribui para acidentes como tombamento, capotamento e saídas de pista”, destacou.